A Educação no/ do Corpo: Negro e Feminino

Joanna de Ângelis Lima Robert, Eliane Almeida de Souza e Cruz

Resumo


Corpo está longe de ser algo apenas biológico, ele pode ser discutido também assentado em aspectos da antropologia social. O corpo aprende e é a sociedade que lhe ensina o que é necessário a cada momento histórico, está inserido é moldado para ela. Podemos observar as representações do corpo das mulheres, em diversos momentos na nossa sociedade. Esse artigo tem o objetivo pensar os constructos epistêmicos do/sobre o corpo negro feminino (CARDOZO, 2008); (GONZALES, 2008); (SANTOS, 2009), no Brasil, a escravização desses corpos físicos, além de provocar uma violência concreta, se desdobrou na violência simbólica (BOURDIEU, 1989), pois tem violado o direito das mulheres negras utilizando-se de seu trabalho e apropriando-se de seus corpos (SANTOS, 2009:278), além de compreender as diferenças educacionais que as mulheres obtiveram, e quais foram direcionada aos homens. As desigualdades vivenciadas, construídas social e historicamente são naturalizadas desde o nascimento, influenciam a educação de nossos corpos em diversos aspectos e pertencimentos, sendo fundamentada muitas vezes no currículo escolar, percebendo assim, uma legitimidade de violência ao corpo negro-feminino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

v. 11, n. 1 (7): Sociedade, Cultura ,Trabalho: Diálogos sobre fronteiras no Mundo Rural (PARTE - I)

 

 



****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

Próximos dossiês (Chamadas abertas)

História da Educação

Data limite para o envio das propostas: 04 de setembro de 2020

 

História Medieval: Experiencias do passado, perspectivas contemporâneas

Data limite para o envio das propostas: 02 de outubro de 2020


Email para envio de propostas:

vpduespi@gmail.com

 

Normas de Publicação


Indexadores: