Representações sociais de homens provedores nas páginas da revista veja (década de 1970)

Douglas Josiel Voks

Resumo


Este trabalho busca analisar as transformações sociais em torno das masculinidades no Brasil na década de 1970, mais especificamente, as representações de homens provedores nas páginas da revista Veja, em diálogo com o conceito de masculinidade hegemônica de R. Connell. As representações sociais acerca das masculinidades e os discursos estabelecidos pela revista constituem nosso foco de análise. Como metodologia de pesquisa, optamos pela análise do discurso em seções específicas da revista e em peças publicitárias, por entender que esse periódico não apenas apresentou a sociedade da sua época com a legitimação de determinados comportamentos, como também, através de seus discursos, projetou um padrão futuro de masculinidade. Como resultado, percebemos que tais discursos ajudaram a reafirmar a ideia de homem provedor e figura central para a estabilidade dos arranjos familiares no período analisado.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

Próximo dossiê (Chamada aberta)

Estado, sociedade, culturas políticas e economia no longo século XIX

Data limite para o envio das propostas: PRAZO AMPLIADO para 08 de outubro de 2021


Email para envio de propostas:

vpduespi@gmail.com

 Normas de Publicação


Dúvidas Frequentes

1. Qual a titulação mínima para submissão de artigos? – Mestrado completo

2. Graduandos e especialistas não podem participar? – Sim, podem participar com o envio de resenhas e resumos expandidos de monografias, sendo que estas ultimas devem ter ao máximo 06 meses de defesa.

3. Qual o limite de autores por artigo? – Dois

4. Com que frequência um mesmo autor poderá publicar na revista? – De dois em dois anos (quatro semestres após a publicação do artigo anterior)

5. Quantos artigos posso enviar para ser apreciado e publicado numa edição da revista? - Não limitamos a quantidade de artigos encaminhados para revista  por qualquer autor, porém apenas um artigo será publicado.

6. O sistema de avaliação é às “cegas”?  - Sim, enviamos uma versão do artigo original editada, sem o nome do autor, e este avaliará de acordo com os critérios propostos na ficha de avaliação

7. Para onde devo encaminhar minha proposta textual para que ela seja avaliada? – vpduespi@gmail.com

8. A seção de artigos funciona em fluxo continuo? - Sim

9. Qual a quantidade mínima de páginas para um artigo ser apreciado e publicado? - Quinze páginas

10. Qual a quantidade máxima de páginas para um artigo ser apreciado e publicado? - Vinte páginas

 

Indexadores: