A fragmentação da escravidão no Piauí: exportação de cativos e a entrada de flagelados da seca

Rodrigo Caetano Silva

Resumo


Com a diminuição do tráfico de pessoas de grupos étnicos do continente africano no Atlântico, na década de 50 do século XIX, intensificou-se no Brasil o tráfico interno de escravos. O incremento do tráfico interno de escravos foi a primeira mudança provocada pela diminuição do tráfico negreiro no Atlântico. Neste sentido, o referido artigo tem como objetivo apontar o movimento de exportação de trabalhadores escravos do Piauí para outras províncias do Brasil, além disso, também tem por finalidade apontar o fator que possibilitou fragilizar as bases da escravidão nas terras piauienses. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

v. 11, n. 1 (7): Sociedade, Cultura ,Trabalho: Diálogos sobre fronteiras no Mundo Rural (PARTE - I)

 

 



****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

Próximos dossiês (Chamadas abertas)

História da Educação

Data limite para o envio das propostas: 04 de setembro de 2020

 

História Medieval: Experiencias do passado, perspectivas contemporâneas

Data limite para o envio das propostas: 02 de outubro de 2020


Email para envio de propostas:

vpduespi@gmail.com

 

Normas de Publicação


Indexadores: