A participação das Forças Armadas brasileiras na organização dos Jogos Latino-Americanos de 1922

Karina Cancella

Resumo


Em 1922, o Brasil comemoraria o centenário de sua independência política de Portugal. Dentre as festividades planejadas para as comemorações, foram realizados os Jogos Latino-Americanos conjugando ações de grupos e entidades esportivas civis e militares. Este artigo visa discutir como se configurou a participação de integrantes das Forças Armadas brasileiras no processo de organização desses eventos esportivos e os desdobramentos dessas atuações para o campo da atividade física sistematizada no interior das forças em atividade naquele momento. Para tal, foi realizada uma pesquisa histórica no campo da História do Esporte a partir de um corpus composto por fontes das categorias “documental” e “impressa”, conforme definições de Pinsky (2006), que foram analisados a partir do método de análise crítica de documentos (CALADO; FERREIRA, 2005). As análises apontaram que a experiência adquirida na participação das ligas esportivas e de atletas das Forças Armadas nos Jogos Latino-Americanos e nas competições militares realizadas em paralelo ao evento principal ocasionaram uma intensificação nas ações de promoção da educação física e dos esportes entre os militares brasileiros a partir da década de 1920.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


****************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************************

Próximo dossiê

História Militar, Historiografia e Caminhos de Pesquisa

Email para envio de propostas:

vpduespi@gmail.com

Prazo limite para envio:

25 de outubro de 2019

Normas de Publicação


Indexadores: